A Educação domiciliar no Brasil é um assunto que ainda gera um pouco de polêmica e isso é comum porque não dispomos de muita informação isso pode acabar interferindo nas pessoas tirarem suas próprias conclusões.

 

Geralmente, minhas três crianças acordavam às 7h da manhã, tomavam café, preparavam seu material escolar e iam para a escola. Mas, e se ao invés de irem para escola, elas sentarem-se à mesa da sala, enquanto um estuda português, o outro pode estar fazendo lições de matemática, tudo pela supervisão do papai aqui? E se sentam para assistir a um documentário ou ir ao museu, no período da tarde, frequentam aulas de dança, música ou praticam algum tipo de esporte?

 

Existem lugares onde as crianças não vão mais às escolas, os responsáveis pela educação dos filhos são os pais. Esse tipo de ensino não é autorizado aí no Brasil ainda, mas já se fala sobre o assunto pelo país, bem como é muito conhecido e aprovado em alguns lugares do mundo.

 

 

Como as principais vantagens do Ensino domiciliar no Brasil poderiam ser destacadas?

 

  • A proposta primordial, assim como em qualquer país onde é aplicada, consiste em oferecer um ambiente de aprendizagem diferente do encontrado nas escolas, evitando por exemplo, o bullying.
  • A possibilidade de os pais acompanharem de perto o desenvolvimento escolar dos filhos, aproveitando a oportunidade de ficarem mais atentos a possíveis problemas de aprendizagem.
  • O fortalecimento do vínculo de união entre pais e filhos, visto que passarão muito mais tempo juntos, compartilhando momentos de aprendizado. Lembrando que na correria do dia a dia, esses instantes juntos têm se tornado cada vez mais raros.
  • A educação domiciliar no Brasil, permitiria ainda ampliar o ensino para além da didática dos livros, através de viagens ou passeios educativos, por exemplo, sem a necessidade de cumprir rigidamente planos de aula ou cronogramas. Dessa forma, o aprendizado poderia se tornar mais empolgante para a criança ou adolescente.

 

Como as principais desvantagens do Ensino domiciliar no Brasil poderiam ser destacadas?

  • A criança cresceria sem o convívio social necessário para ela se desenvolver de acordo com os padrões impostos pela sociedade, quando ela precisasse enfrentar o mercado de trabalho, talvez pudesse ter dificuldade de interagir com outras pessoas.
  • Os pais teriam que retomar o que já aprenderam e aprender coisas novas para passar para seu filho, sem a devida formação, seria um pouco complicado eles passarem para as crianças os ensinamentos do mesmo modo que um professor conseguiria passar.
  • Outra questão a se considerar é até que ponto a relação entre pais e filhos e a pressão de um adulto, sobretudo de pai ou de mãe, seria prejudicial ao controle emocional de uma criança ou adolescente.

 

Lembrando que estou fazendo testes aqui na nossa casa nos EUA, para tentar implementar esse tipo de educação doméstica com nossos filhos. Nesse post de hoje destaquei apenas algumas das vantagens e desvantagens desse tipo de educação domiciliar no Brasil, caso também seja autorizada por aí. Qualquer dúvida, me procurem para maiores esclarecimentos. Até a próxima vez, pessoal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *